best-luxury-2024-mercado-luxo-rede-brasil-mercedes-benz-novo-eqe-300-suv-carros-aldo-rosa-eletrico-3
marcas-e-lideres-2024-rede-brasilinovador-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-corporates-investimento-febraban-tech-ciber-seguranca-bancos
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
agro-inovador-2024-rede-brasil-inovacao-esg-ia-ecossistema-startups-hub-aldo-rosa-ceo-palestrante-cna-senar-agronegocio-gaff-agribusiness-festival-xp-sp

CEO do Itaú avalia show de Madonna no Rio: ‘Difícil encontrar algo com retorno maior’

CEO do Itaú avalia show de Madonna no Rio: ‘Difícil encontrar algo com retorno maior’

CEO do Itaú avalia show de Madonna no Rio: ‘Difícil encontrar algo com retorno maior’

Itaú Unibanco patrocinou show gratuito na Praia de Copacabana no último sábado, 4

CEO do Itaú Unibanco, Milton Maluhy.
Foto: Taba Benedicto/Estadão / Estadão

O CEO do Itaú Unibanco, Milton Maluhy, avaliou como positivo o retorno do show gratuito da cantora Madonna, que ocorreu na noite do último sábado, 4, na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. O evento contou com patrocínios de peso, incluindo o do banco privado.

Maluhy comentou que o show trouxe um retorno de R$ 300 milhões para a economia do Rio. “Eu não tenho dúvida que, do ponto de vista do governo e da prefeitura, foi um superinvestimento. Difícil encontrar algo com retorno maior do que esse”, disse Maluhy durante entrevista a jornalistas.

O CEO também foi questionado sobre o impacto do evento em abertura de contas e consciência de marca. “Não fizemos esse evento com o objetivo nem de abrir mais contas, nem de trazer só um recall [manutenção da marca na lembrança das pessoas]”.

Maluhy disse que o evento foi patrocinado pelo banco como parte de uma série de eventos que têm sido feitos para a celebração dos cem anos da instituição.

“Quisemos fazer algo para a população, então a ideia de um evento gratuito vem daí. Queríamos dar para a população, para o País, um show da relevância do show da Madonna”, completou Maluhy.

Embora tenha dado essa justificativa, o Terra conversou dias antes do show com especialistas para saber qual o interesse das marcas e como elas faturam com um show gratuito.

https://www.terra.com.br