best-luxury-2024-mercado-luxo-rede-brasil-mercedes-benz-novo-eqe-300-suv-carros-aldo-rosa-eletrico-3
rede-rs-cidade-2024-brasil-inovador-rio-grande-sul-aldo-rosa-ceo-reconstrucao-doacoes-resgate-acolhimento-abrigo-municipio-enchente-randoncorp-daniel-instituto-elisabetha-randon
rede-brasil-inovador-2024-inovacao-innovation-trends-aldo-rosa-ceo-palestrante-ecossistema-startup-ia-esg-hub-cni-cna-cnc-cnt-ntc-sebrae-avenue-connection-itau-jp-morgan-blackrock

Igor Senra, CEO da fintech Cora, banco das PMEs, celebra 5 anos com 1,4 milhão de clientes

Igor Senra, CEO da fintech Cora, banco das PMEs, celebra 5 anos com 1,4 milhão de clientes

Cora, banco das PMEs, celebra 5 anos com crescimento de faturamento e clientes e aposta na expansão do portfólio

Fintech chega a 1,4 milhão de clientes, atinge 5% do mercado de CNPJs no Brasil e em um ano aumentou 74% de sua receita

Há cinco anos facilitando que pequenas empresas tenham acesso a serviços financeiros de qualidade, a Cora, banco digital especializado em contas para empresas, segue crescendo consistentemente: já são mais de 1,4 milhão de empresas que abriram conta no banco digital, representando mais de 5% das PMEs do país. Caminhando na construção de uma empresa robusta e eficiente, a receita da Cora aumentou 74% de 2022 para 2023.

“Em 2019, a revolução financeira só chegava para as contas PF. As fintechs estavam todas olhando para a experiência das pessoas físicas, enquanto as empresas continuavam pagando caro para ter acesso a produtos e atendimento muito ruins. Alí já notamos que os serviços financeiros para PJ, em especial os pequenos negócios, seriam a próxima onda”, comenta Igor Senra, CEO e cofundador da fintech. De acordo com levantamento do banco, a Cora já ajudou as PMEs brasileiras a economizar mais de R$2 bilhões em taxas e tarifas bancárias. O valor leva em consideração as médias cobradas pelos principais concorrentes para manutenção de conta, PIX PJ, TED e emissão de boletos.

A fintech, que arrecadou mais de US$152 milhões em aportes de grandes investidores como Kaszek, Ribbit, QED, Greenoaks, Tiger e Tencent, começou o ano de 2024 com foco não só em crescer receita, mas em ser cada vez mais eficiente. Logo no início do ano, a Cora alcançou o melhor índice de eficiência desde a sua criação e opera com margem operacional positiva.

“Somos donos do nosso próprio destino, mas esse é apenas o começo. Estamos dedicados a melhorar ainda mais a vida dos pequenos negócios e tornar a Cora um negócio sustentável”, comenta Igor.

Para crescer com sustentabilidade, a Cora busca expandir e aprimorar seu portfólio de produtos para PMEs. Além da conta digital gratuita, sem taxas para PIX e TED PJ e com emissão de até 100 boletos sem custo, e do cartão de débito e crédito, este ano já foram lançados mais 3 novos produtos: a emissão de nota fiscal de serviços integrada a conta, o link de pagamento para compras online e, agora, o cartão de crédito com limite garantido.

Limite Garantido – a aposta da Cora para ajudar na construção do crédito consciente

O cartão de crédito com limite garantido permite que os clientes do banco que ainda não possuem cartão de crédito, possam reservar uma parte do saldo depositado na Cora como limite de crédito. A cada R$1 guardado, o cliente reserva R$1 como limite de crédito para ser usado em despesas da empresa. O limite é liberado na hora, sem burocracia, e o valor não utilizado pode ser resgatado a qualquer momento.

“Sabemos que o pedido número um do empreendedor é crédito e que essa também é a grande dor do pequeno: é muito difícil receber um bom limite logo na primeira solicitação. Além das movimentações da conta, uma análise de crédito leva diversas informações em consideração como o relacionamento com o banco, o perfil de pagamento, a existência de outros empréstimos no nome do empreendedor, entre outros. Iniciar um bom relacionamento com o banco é o primeiro passo e acreditamos que o cartão com limite garantido é mais uma forma de ajudar na construção do crédito da sua empresa”, explica o CEO.

Até o fim do ano, mais produtos devem chegar à prateleira do banco digital. Atualmente atuando como uma Sociedade de Crédito Direto (SCD), a Cora aguarda que o Banco Central aprove o pedido de upgrade de licença para SCFI – Sociedade de Crédito, Financiamento e Investimento, o que permitirá que o banco ofereça novos serviços aos clientes, como produtos de investimentos, e amplie a oferta de produtos de crédito.

“Crédito é importante, mas não podemos deixar de lado outras prioridades do pequeno empreendedor. Não queremos ser mais um banco digital e sim o banco das PMEs, nosso propósito é  entender e atender as necessidades dos donos e donas de pequenos negócios e muitas dessas dores passam pela gestão financeira e, por isso, também estamos aprimorando a experiência com a conta digital”, explica Igor.

De acordo com o Banco Central, a Cora é a SCD com maior volume (R$) de depósitos no país. Em 2023, o equivalente a 1% do PIB do Brasil foi transacionado pela Cora. Para aprimorar a experiência de gestão dos clientes que utilizam a conta digital, a Cora desenvolveu melhorias na funcionalidade de gestão disponível no Cora Pro, o plano pago da fintech. As atualizações incluem gráficos de gestão por dia, semana, mês e ano, além da visualização de lançamentos futuros e balanço financeiro. Os clientes também contam com extrato personalizado com possibilidade de edição das categorias, além dos perfis de multi acesso e do serviço de gestão de cobranças já presentes na versão gratuita da conta.

“Quando criamos a Cora, queríamos equilibrar a relação entre os donos de negócios e as instituições financeiras. As altas tarifas são o primeiro grande empecilho quando um empreendedor resolve abrir sua empresa e é algo que os clientes da Cora não precisam se preocupar. Estamos muito felizes de ver que, ao completar 5 anos, já estamos fazendo uma enorme diferença”, finaliza Igor.

Sobre a Cora

A Cora é um banco digital criado exclusivamente para apoiar pequenas e médias empresas (PMEs). Ela oferece serviços bancários gratuitos e produtos financeiros e de crédito baseados em tecnologia e desenhados especificamente para atender as necessidades dessas companhias. A Cora reduz a burocracia e a complexidade da gestão financeira das PMEs, permitindo que elas se concentrem em seu próprio negócio e contribuam com o desenvolvimento econômico e social do país. A fintech, que hoje já conta com mais de 1 milhão de clientes em todos os estados do Brasil, foi criada em 2019 e é uma instituição financeira registrada pelo Banco Central do Brasil sob o número 403. A Cora conta com a participação e apoio de alguns dos mais importantes fundos de investimento em empresas de tecnologia do país e do mundo, incluindo Kaszek, Ribbit Capital, GreenOaks, Tiger Global, QED e Tencent.